Páginas

terça-feira, 15 de março de 2016

Estou a lê-lo na altura certa


Há talvez dois anos, tentei ler Jonathan Strange & Mr.Norrel, de Susanna Clarke. Aborreci-me depois de dois ou três capítulos e, porque não sou de sacrifícios destes (basta aqueles que não posso evitar), abandonei para mais tarde. 


Fiquei, porém, com a pulga atrás da orelha, porque tinha a impressão de que devia gostar do livro, que devia ser mesmo a minha praia. Irritou-me não ser capaz de lê-lo. Há uns dias, inteiramente por impulso e mesmo no meio de uma total reading slump, retomei-o e... veja-se a importância de ler um livro na altura certa: estou deliciada! 

O livro é de uma ironia fantástica - um humor tongue in cheek que eu adoro - e a fantasia é mesmo interessante. As personagens são geniais, sobretudo o vagamente detestável Sr. Norrel, e há uma caracterização sarcástica da sociedade inglesa do início do século XIX que me diverte até à gargalhada. O livro é enorme e creio que, só por isso, vai levar-me muito tempo a terminar, mas estou ansiosa pela interrupção lectiva, para a qual ainda me falta mais de uma semana, para poder ler mais tempo, com menos cansaço. Claro que também vou querer escrever, uma vez que parece que agora não sou capaz... o meu cérebro parou. 

Uma coisa é certa... demore muito ou pouco, desta vez leio-o até ao fim! E até tenho esperança que me cure deste período de seca literária.

2 comentários:

Su disse...

Olá, Carla,
Este livro é tão giro :D gostei muito dele, apesar daquele ritmo tão lento dos primeiros capítulos. Li há uns anos, mas lembro-me de gostar muito do Childermass e de um certo cavalheiro de cabelo de couve-flor (é assim que ele é retratado?)

Boa leitura!

Patrícia C. disse...

Eu também estou a gostar muito, apesar de ter o mesmo problema que tu: falta de tempo.