Páginas

sábado, 1 de junho de 2013

Correu mesmo mal

A propósito de um pedido de leitura beta que tem circulado, lembrei-me de uma coisa a que me propus há algum tempo, mas que falhou redondamente nos seus objectivos.
 
Disponiblizei, no Verão, um livro meu de fantasia, para download. Chama-se A Grande Mão e tem uma série de capas miseráveis feitas por mim no photoshop com fotos tiradas por mim. Esta é uma delas. Seguindo o link está outra quase igual. Eh.
 
A intenção era fazer assim uma espécie de leitura beta, mas mais descomprometida. Foram feitos muitos downloads e, mesmo considerando que alguns leitores poderão ter apagado depois o ficheiro, alguns o terão ainda. Desejava receber algum feedback, saber se o livro no geral agradava e que aspectos ainda precisavam de trabalho. Cheguei a ter um separador no blogue para comentários rápidos, e a disponibilizar o meu email se quisessem detalhar mais.
 
De início, tive esperança que eles, os feedbacks, fossem chegando, nem que fosse sob a forma de estrelinhas, uma duas, cinco, sei lá, no GoodReads. Obtive um total de... cinco, e um deles até é anterior à última versão, é de um draft ainda mais rude. Estou muito grata às leitoras que se deram ao trabalho de ler o texto completo no computador, e de me dizer de sua justiça. A Rute, a Patrícia, a Olinda e Clarinda gostaram, a Sandra nem por isso - e disse-me logo que não era nada o género dela.  
 
Ler no computador é aborrecido e cansativo, ler um livro com gralhas e imperfeito ainda é pior, sobretudo quando todos os dias são lançados livros maravilhosos, em papel, devidamente revistos,  limpos, trabalhados pelas editoras, com bonitas capas. Por isso, entendo perfeitamente que tenha caído no esquecimento, ficado permanentemente adiado - nem acho que seja por mal. Claro que não. Como escritora, tenho pena, claro, as opiniões são importantes, as sugestões sobre o que fazer com o texto também.
 
Tenho que ser objectiva na avaliação da iniciativa, e dizer que essa "leitura beta" não correu nada bem. Tanto que até me tinha esquecido dela. Talvez um dia o livro seja editado em papel, talvez nunca. Talvez não chegue a ser lido por mais ninguém que não me conheça pessoalmente. Paciência, não me zango. Mas já não repito, isso não. É frustrante.
 

9 comentários:

Silvana disse...

Olá Carla,
Tive muita pena de não me ter cruzado com esta sua iniciativa!

Teria lido com todo a atenção possível!

Já fui leitor-beta e sei o quanto isso pode ser importante para os escritores. E se eles nos disponibilizam um livro merecem o nosso respeito e a nossa leitura.

Tenho muita pena que essa sua experiência não tenha corrido bem!

Beijinhos
Silvana

Olinda P. Gil © disse...

Eu sou tão positiva. Acho q 5 é um número bom!

Ana C. Nunes disse...

Infelizmente fui uma das pessoas que fez download mas ainda não teve oportunidade de ler. Tem sido impossível!
Mas ainda o tenho no meu eredears e assim que tiver um tempinho, vou ler.
Mas estou com a Olinda. Acho que 5 opiniões é muito bom! Se calhar esperavas demais, Carla.
A Liliana Lavado, que foi a primeira a promover algo assim, teve mais sucesso por isso mesmo, porque divulgou muito e foi a primeira. Nem todos vão chegar a tanta gente.
No entanto também acho que uma outra capa te poderia ajudar a chegar a mais pessoas. Ou no caso, a ter chegado, na altura que o lançaste.

Mas Carla, 5 pessoas que opinam, para um romance, é bastante bom. Já deves ter bases para fazeres alterações significativas, se assim o desejares.
Espero em breve poder juntar a minha opinião às outras. :)

Carla M. Soares disse...

Pois é, Ana e Olinda, provavelmente têm razão e eu tive expectativas a mais, mas foram bastantes downloads - não foi uma questão de chegar a muita ou poucoa gente.
De qualquer forma, este post não tenciona "empurrar" ninguém para a leitura, foi mesmo uma constatação de que estas coisas nem sempre resultam como esperamos ou gostariamos. :)

Helga Rosa disse...

Carla se quiseres enviar para mim, eu leio e digo-te alguma coisa, senão fico á espera que o ponhas á venda porque a história pareceu-me mesmo muito boa :-)

Tenho pena de não ter apanhado a "carruagem" no ano passado... :-D

Boa sorte para o resto das opiniões, por ora, vou partilhar o post no FB,pode ser que cheguem mais algumas opiniões ;-)

Beijos

Carla M. Soares disse...

Claro que envio, Helga, se conseguir descobrir como... e para a Silvana também. :) Tenho todo o prazer em que leiam o livro e opinem com toda a honestidade! :D

Olinda P. Gil © disse...

Sabes que é fácil de descarregar só para ter no e-reader. É como quem saca músicas para o computador que depois nunca ouve.

Carla Pais disse...

Olá Carla,

Deixa-me opinar sobre este teu desalento no que toca a L.Beta. Quando optas por trabalhar com L.Beta, sabes à partida que a obra não está terminada, precisa de melhoramentos, etc. A meu ver, nunca a poderás disponibilizar na net, deves antes, emitir um alerta, esperar que cheguem as candidaturas, conhecê-los, analisar os seus perfis, selecioná-los e a partir dali, trabalhar com eles em privado. Para além de saberes quem tem a obra, sabes que se comprometeram em lê-la e criticá-la. São uma espécie de equipa em off, que te ajudará a reescrever o livro e depois sim: lança-lo na net ou em papel...
O facto de não ter corrido bem, não deves desistir. O mundo da escrita é mesmo assim: uma loucura que por vezes nos dá vontade de cortar os pulsos... Só quem escreve sabe do que falo, e tu... Sabes certamente.

Beijinho e no que precisares, estou aqui!

Carla M. Soares disse...

OObrigada pela opiniõ, Carla. O que aconteceu com este livro foi que não se tratou exactamente de uma leitura beta no sentido literal da palavra,para isso costumo pedir a pessoas específicas - foi o que fiz com o Alma Rebelde, e com ambos os livros que aguardam na PE. Foi mais uma disponibilização de um livro que, não estando inteiramente pronto, já estava bastante cuidado, em versão quase final, pelo que não pedia sequer opiniões detalhadas. As que me surgiram foram simpáticas.
Não havia nem há uma intenção de lançá-lo de forma nenhuma para já, até porque estando já a trabalhar com uma editora, tenho que dar tempo ao tempo nestas coisas.
Foi uma experiência.